Fone/Fax: (83) 3241-5686

Oi
(83) 98815-4558

Cuidados e Orientações Pré Operatórias

Antes da cirurgia deve-se realizar os exames pré-operatórios (exames de sangue, endoscopia nasal, exames de imagem e quando indicado, avaliação cardiológica com especialista)

Não se deve ingerir AAS (ácido acetilsalicílico) e seus derivados por cerca de 1 semana antes da cirurgia (por alterarem a coagulação).

Avisar ao seu médico se entrar em crise alérgica, resfriar ou gripar na semana da cirurgia.

Fazer jejum absoluto de cerca de 8 horas antes (nem água) Levar todos os exames (de sangue, tomografias, raio-x, etc), e estar acompanhado de um familiar ou amigo.

Chegar cedo, no hospital combinado, com carteira do plano de saúde e guias autorizadas pelo seu plano.

Chegando ao hospital, você será encaminhado ao quarto ou enfermaria, e logo após ao bloco cirúgico. No bloco cirúrgico, encontro do paciente, cirurgião otorrino e anestesista, dando início ao procedimento.

Finalizando a cirurgia, ficará cerca de 1 hora na RPA, recuperação pós anestésica, sob observação, para depois voltar ao seu quarto.


Cirurgia Nasal - Pós Operatório

A sensação de dormência dos lábios superiores e alguns dentes são comuns e podem durar alguns dias a semanas.

Eliminação de muco contendo sangue durante os 10 primeiros dias pode acontecer, principalmente após a lavagem do nariz.

Dores em face e garganta pode acontecer, a segunda em consequência do tubo orotraqueal utilizado na intubação anestésica. Conseguimos reduzí-las com analgésicos.

Por não haver tampão nasal, o paciente pode respirar pelo Nariz. Entretanto, ocorre um edema (inchaço) do nariz interno após a cirurgia que, às vezes, juntamente com coágulos e secreções, dificultam a respiração nasal. Normalmente, uma semana após a respiração já se encontra bastante adequada.

Formam-se crostas que pode ser eliminadas, juntamente com secreção e restos de sangue, pelas narinas. É muito importante a lavagem nasal conforme a orientação médica. Deve-se lavar as narinas com Soro fisiológico e seringa de 20 ml de 3 a 4 vezes ao dia.

Em alguns casos usamos a lavagem nasal regular das narinas com solução nasal isotônica ou hipertônica. O paciente deve usá-las de acordo com a orientação fornecida na alta pós-operatória.

É proibido assoar o nariz e espirrar com as narinas, deve-se abrir a boca para tossir e espirrar.

Deve-se evitar o calor e sobretudo o sol por aumentar o risco de sangramentos.

O retorno as atividades depende do tipo de atividade desenvolvida profissionalmente pelo paciente. Normalmente, com uma semana já se pode voltar a trabalhos de escritório. Cada caso deve ser estudado separadamente, como, por exemplo, atletas, modelos, trabalhadores braçais, professores de educação física, etc.

E o retorno aos esportes é apenas após 3 a 4 semanas. Esportes de impacto e com exposição ao sol podem necessitar de mais tempo de recuperação.

Qualquer dúvida contate seu médico.


Cirurgia do Ronco, Amígdalas e Adenóides - Pós Operatório

Alimentação: líquido-pastosa fria ou gelada nos três primeiros dias: sorvete batido, milk-shake, sopa fria, sucos de frutas não cítricas, mingau frio.

No quarto dia alimentos mais consistentes, ainda frios ou naturais, como purê de batata, caldo de feijão, macarrão, etc.

No sétimo dia em diante alimentação normal, evitando ingerir alimentos que possam machucar, como certos biscoitos.

É essencial oferecer bastante líquido, sempre em pequenas quantidades (um quarto de copo de 200 ml) a cada hora.

Repouso em casa por de 7 a 14 dias, de acordo com a evolução de cada paciente e orientação do médico: sem brincadeiras que incluam corridas ou grande agitação. Optar por televisão, filmes, jogos de cartas, livros, etc.

Nos três primeiros dias escovar apenas os dentes da frente. Não gargarejar ou bochechar com força.

Os pontos da cirurgia, quando dados, cairão por conta própria.

Salivação e discreta eliminação de secreção nasal com raias de sangue podem ocorrer nas primeiras 24 horas. O médico deverá ser comunicado em caso de sangramento ativo (sangue vivo).

Presença de material branco no local onde estavam as amígdalas não é pus. Na realidade, chama-se fibrina. Não é infecção.

Em alguns casos podem ocorrer vômitos com ou sem coágulos (sangue pisado, preto) nas primeiras 24 horas, que são decorrentes da deglutição de sangue da cirurgia. Comunicar sempre ao médico.

Dores na garganta e de ouvido, semelhantes as que ocorrem na amigdalite, são comuns. Conseguimos reduzi-las com analgésicos em doses regulares.

Qualquer dúvida, contate seu médico.
Av. Dom Pedro I, 867 - Centro - João Pessoa - PB | CEP: 58.013-021 / Fone/Fax: (83) 3241-5686 | (83) 98815-4558
Desenvolvido por Visual Slim